Algares do cabeço dos Alecrineiros – Parte III


Ribeiro, José: 1,2; Lopes, Samuel: 1,4;Rodrigues, Paulo: 1,2,3


1)- Grupo de Espeleologia e Montanhismo, Rua Maria Veleda, 6, 7ª Esq, 2560-218, Amadora, Portugal
(2)- Núcleo dos Amigos das Lapas Grutas e Algares
(3)- Comissão Científica da Federação Portuguesa de Espeleologia, Estrada Calhariz de Benfica, 187,  1500-124 Lisboa

(4) Wind -CAM- Centro de Atividades de Montanha, Rua Eduardo Mondelane, lj44, 2835-116 Baixa da Banheira

Introdução

Procurámos, alimentados pelo cadastro de São Bento, aqui e ali, seguindo a vontade de desbravar o desconhecido por novos algares e pelas segredos neles contidos. Desta feita, aqui na III parte dos Algares do cabeço dos Alecrineiros, apresentamos mais dois algares, de grande beleza, da zona em estudo.  A saber os algares do Ponteiro e Vento.

Algar do Ponteiro

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Figura 1– Fotografia da entrada do algar do Ponteiro (Foto: Samuel Lopes)

Desenvolvimento total: 33m, Desnível: 15m.

A cavidade abre-se à superfície num poço de 7m, dando acesso a uma pequena galeria, onde através da qual se chega a uma diaclase de direção NW-SE, ao longo da qual se desenvolve o resto da cavidade.

A progressão na cavidade obrigou à realização de várias desobstruções realizadas por Orlando Elias do Núcleo de Espeleologia de Leiria (NEL), numa das quais se teve acesso a uma pequena galeria já antes identificada pelo SSAC.

O algar é um vadose shaft que aparenta desenvolver-se ao longo de famílias de fraturas de direção aproximada NW-SE, E-W e NE-SW.

 Fig. 2-Planta algar do ponteiroP

Fig. 2 -Perfil algar do ponteiroS-page

Figura 2– Planta e perfil do algar do Ponteiro

Planta e perfil do algar do Ponteiro em pdf para download

algar do ponteiroP algar do ponteiroS

Ficha de equipagem do algar do Ponteiro em pdf para download

F.E.Algar do Ponteiro

Fotos do algar do Ponteiro (Fotos: Samuel Lopes)

Fotos do algar do Ponteiro (Fotos Florbela Silva e Bruno Pais)  

Algar do Vento

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 Figura 3– Fotografia da entrada do algar do Vento (Foto: Samuel Lopes)

Desenvolvimento total: 80m, Desnível: 18m.

A gruta acede-se a partir de um poço de 6 m, chegando a uma galeria, onde se encontra um poço. Descendo o poço entra-se numa outra galeria de desenvolvimento NW-SE, concrecionada, separada por uma pequena passagem a outra galeria, ainda mais concrecionada e de grande beleza. Na base desta galeria através de uma zona estreita preenchida por blocos abatidos, é possível vislumbrar a base da galeria anterior. A zona mais profunda do algar encontra-se coberta com “couve flor”, indiciando que terá existido ali um lago.

O algar é um vadose shaft que aparenta desenvolver-se ao longo de famílias de fraturas de direção aproximada NW-SE e N-S.

Fig. 4 - Planta - algar do ventoP-page-001

Fig. 4 - algar do ventoS-page-001

Figura 4– Planta e perfil do algar do Vento

Planta do algar do Vento em pdf para download 

algar do ventoP

Perfil do algar do Vento em pdf para download  

algar do ventoS

Ficha de equipagem do algar do Vento em pdf para download 

F.E. Algar do Vento

Fotos do algar do Vento (Fotos: Samuel Lopes)

Agradecimentos

Agradecemos em especial a Orlando Elias pelas desobstruções realizadas no algar do Ponteiro e sem as quais não seria possível ter prolongado a exploração do mesmo.

Advertisements

~ por paulor2005 em 30 / 07 / 2016.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: