Para Além do Parque – Espeleologia no Reguengo do Fetal.


“A sombra é maior que a luz sempre que rejeitares o que te seduz”

Buraco Roto

15ª Saída.

18/19 Outubro 2014                                                                                   Reguengo do Fetal, Batalha

 

Visita cultural à vila. Exploração, desobstrução, topografia do Buraco Roto.

 

Elementos presentes: Adriano Silva, André Reis, Hélio Frade, José Ribeiro.

Dia 18

Encontrámo-nos na Gare dos Autocarros em Fátima e seguimos para Reguengo do Fetal; já eram 21:30h e era dia de procissão da Srª do Fetal.

Nossa Senhora do Fetal.

Nossa Senhora do Fetal.

E que Festa e cortejo: a labuta daquela gente a preparar o percurso por onde passa a Santa, tudo ornamentado com cascas de caracóis, em cujo interior é colocado um pequeno pavio embebido em azeite (penso). Ao largar do 1º foguete, toda a minha gente acende os seus caracóis, LINDO……. Digno de ser visto!!!!!

Percurso da Procissão.

Percurso da Procissão.

Bom, comemos umas bifanas bem regadinhas, altura em que encontrámos o nosso amigo Sr. António Neto que nos apresentou alguns amigos, e estes após conversarmos ficaram bastante entusiasmados com o nosso projecto. Foi uma conversa informal, mas garantidamente vai dar frutos no futuro.

Por ali ficámos mais um pouco até regressamos ao Vilar para o repouso.

Dia 19

Às 9:30h já estávamos a caminho do Reguengo onde a caminho nos esperava o amigo António Neto, que nos foi indicar alguns sumidouros e locais de algares que foram tapados.

Sr. António sempre pronto para ajudar.

Sr. António sempre pronto para ajudar.

Despedimo-nos do Sr. António, com um “até breve“ e seguimos até ao Buraco Roto, já eram 11h. Equipámo-nos e siga por ali adentro, pois havia muito que fazer!!!

11:30h e estávamos na estação 11.91, onde se terminou a última topografia. Avançámos agora para a nova estação 4.0, pois o caos de blocos ali existente foi retirado na última semana pelo André, Hélio e Adriano. E que trabalheira, mas valeu bem a pena…….

Passagem já desobstruída.

Passagem já desobstruída.

Ora bem, estávamos novamente na areia, que espectáculo, fomos avançando com a topografia enquanto a malta mais à frente ia desbravando novos caminhos, JÁ SE PASSA, SIGAAAAAA (ouvia-se ao longe..).

Voltamos a areia, passagem do lançamento.

Voltámos a areia, passagem do lançamento.

E lá foram eles; a topo foi seguindo sempre o tramo que consideramos principal, pois o Pica já nos tinha descrito um pouco do que fomos encontrando.

Zonas de grande beleza.

Zonas de grande beleza.

Lá mais a frente lá vinham eles quais alucinados, com aquele olhar de quem quer sempre mais, hihihihihihi, ficaram duas frases do momento:

Já podemos reformar-nos e dar lugar aos mais novos!

Palavras do Kidrocx…. E disse o Kidricx:

A gente vai ali buscar umas ferramentas, para fazermos um trabalhinho e vocês andem pois ainda falta muito por topografar!!!

A topografia foi avançando...

A topografia foi avançando…

Eh lá, isso é que é falar; nem houve tempo para almoço, sigaaaaa! Estávamos fascinados com o que nos ia aparecendo pela frente, que espectáculo, realmente somos uns sortudos!

Este tramo tem de facto zonas de grande beleza e MUITOS PONTOS DE INTERROGAÇÃO!!!!

Esta chaminé promete...

Esta chaminé promete…

Avançámos, agora já numa zona onde estavam grandes depósitos de argila, onde fomos seguindo ao som da torna e do martelo e escopro, agora já bem mais perto. E passado um longoooo aperto, já víamos os camaradas ali na labuta.

Sempre a procura de mais...

Sempre à procura de mais…

Bom, a verdade é que ali ficámos pela estação 4.25, e foi muito bom, o que não significa que por ali não se consiga, mas deixámos vários pontos em aberto que consideramos mais importantes. E como tal fomos de regresso até a “passagem da Lengalenga” onde comemorámos com a garrafita de champanhe!!!!

A comemoração.

A comemoração.

Já eram 17:30h e decidimos regressar, havia um chouriço com medo das águas, hihihihihihi.

Às 18:30h já tínhamos saído todos. Estávamos tipo croquetes, hihihihihi, fruto da areia agarrada à argila nos nossos fatos.

Croquetes...

Croquetes…

Desequipámo-nos e fomos comer uma jantarada, pois durante o dia não houve tempo para grandes iguarias.

Seguimos para nossas casas bastante cansados mas muito, muito realizados e podemos sonhar, pois o sonho comanda a vida!!!!

André, Picatchu, chouriço.

buraco rotoS

Perfil desdobrado, Buraco Roto.

Projectado para A3, Perfil desdobrado Buraco Roto:

buraco rotoS

Amigos, aproveitamos para avisar que a Espeleologia é uma actividade que envolve riscos! Como tal as pessoas interessadas devem ser formadas para tal. Para sua protecção e da própria cavidade.

Abraço e até breve……..

Advertisements

~ por josechourico em 5 / 04 / 2015.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: