Gruta da Contenda 2011, a exploração continua.


A equipa

Integrado na continuação da exploração da Gruta da Contenda iniciada pelo colectivo Grupo de S.Bento em 2008, regressámos a esta cavidade com o propósito de verificar, em mergulho, os sifões Este e Oeste, a que se acede a partir da Galeria do Rio.
Após lenta e penosa progressão até à Galeria do Rio, transportando equipamento colectivo e de mergulho, iniciaram-se preparativos numa sala existente nesta galeria.

preparação do equipamento

A primeira imersão realizou-se no sifão Este, ao qual se acede após progressão de cerca de 100 metros em galeria tipicamente de conduta forçada, que se encontrava parcialmente inundada à data do mergulho, com fundo coberto por argila. Devido à inexistência de pontos de amarração de fio guia, foi utilizado um saco de espeleo repleto de pedra para servir de poita, a partir do qual se largou um fio até à superfície com uma garrafa de água a servir de bóia de sinalização, com o propósito de referenciar o ponto de início do mergulho.
Iniciada a progressão subaquática, e após avançar 10mts numa galeria de 2,5 por 3 metros de altura, o mergulhador viu-se novamente em galeria semi-inundada com zona aérea de 0,5 metros de altura, prolongando-se numa extensão de 25 metros. Neste ponto verifica-se um rebaixamento do tecto até ao plano de água, após o que se inicia um novo sifão. A partir deste ponto a visibilidade melhora progressivamente atingindo 2 metros, situação que acompanha a alteração no tipo de fundo, passando progressivamente para fundo de areia.
A cerca de 60 metros de penetração total e com uma profundidade acima dos 7mts, tendo agora exclusivamente fundo arenoso, a visibilidade passa a ser determinada pelo limite da luz.
Aos 80 metros de progressão, onde se regista a profundidade de 9mts e secção de 1,5 por 1,5 metros, continua a verificar-se a inexistência de pontos de amarração de fio de ariane.
Aproximando-se os terços na gestão de gás, é efectuada uma derradeira tentativa de encontrar pontos de amarração progredindo o mergulhador mais 5 metros. Não tendo sido possível encontrar qualquer ponto para fixação de fio, colocaram-se novos problemas: o regresso em visibilidade “0” numa galeria que não é em linha recta, sendo necessário rebobinar o carrecto.
No regresso, feito de forma lenta e cuidada, o mergulhador deparou-se, num primeiro momento, com o fio enterrado na argila num ponto em que a galeria mudava de direcção. Ultrapassada esta dificuldade, e sempre em visibilidade “0”, ocorre uma armadilha de fio. Esta armadilha obriga ao recuo de alguns metros e à tentativa de localização do ponto de passagem. Esta foi encontrada no outro extremo da galeria, decorrendo o regresso sem a ocorrência de qualquer facto digno de registo.

Locais do espeleo-mergulho

Ficando o sifão Oeste próximo do ponto de base do mergulho anterior, foi iniciada uma nova exploração.
Neste sifão a galeria desenvolve-se numa secção de menores dimensões com fundo argiloso nos primeiros 10 metros, passando depois para fundo de areia. A progressão é feita numa galeria de secção uniforme sem grandes oscilações de direcção.
A cerca de 45 metros de penetração total, a galeria abre numa pequena sala a partir da qual muda 90 graus de direcção. Progredindo mais 5 metros, o mergulhador constata que a galeria continua mas depara-se com os mesmos problemas do sifão anterior: gestão do ar, total ausência de pontos de amarração de fio guia e visibilidade “0” no regresso. Neste ponto foi terminado o mergulho a uma profundidade acima dos 8mts. O regresso decorreu sem incidentes.

Em nenhum dos mergulhos foram localizadas galerias secundárias.
Apraz-nos registar a presença de elementos das associações AES; AESDA ,CEAE-LPN, NEALC e NEUA. Um especial agradecimento ao mergulhador de serviço António Mendes do NEUA.

Advertisements

~ por Membro suspenso em 4 / 09 / 2011.

2 Respostas to “Gruta da Contenda 2011, a exploração continua.”

  1. muito bom , muito bom, já faço espeleologia a muitos anos e acreditem que mergulhar em gruta (sem nunca o ter feito) assusta-me só de pensar.
    Bom trabalho e continuação mesmo contra os anormais que vos esperaram no outro dia.
    abraço

    zé chouriço

  2. Olá zé, muito obrigado pela visita ao nosso blogue 🙂
    Muito obrigado pelo teu incentivo e acredita que vamos continuar a trabalhar e partilhar os nossos resultados.
    Abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: