Regresso do GESB ao trabalho de campo, Alecrineiros Sul e outros.


Cabeçeira do P40 (-162m)

Cabeceira do P40 (-162m)

Não tenho tido muito tempo para dedicar ao blogue, enquanto escrevo estas linhas, já o GESB voltou de novo aos trabalhos espeleológicos.
Desta vez foi o GPS quem foi o motor desta saída do GESB. Voltamos a S. Bento no fim de semana do 1º de Maio e o campo base foi montado em Sto. António, numa simpática casa que nos foi indicada pelo nosso confrade Samuel da Costa.

1º Fraccionamento no P50, é por esta zona que se deixa de sentir a corrente de ar que acompanha a descida

1º Fraccionamento no P50, é por esta zona que se deixa de sentir a corrente de ar que acompanha a descida

Eram 10h00 quando se juntaram os primeiros expedicionários. Espeleo-café e rumamos a S.Bento. A equipa onde estive propunha-se a fazer a planta topográfica do Algar dos Alecrineiros Sul, iniciando este trabalho a partir do ponto mais profundo (-220m). O objectivo era ambicioso mas a equipa estava motivada. Como eu era o único elemento da equipa que já lá tinha estado, fiz as honras de anfitrião ao Sérgio Medeiros e Rita Lemos, que se estreavam no algar mais fundo de Portugal.
Iniciamos a descida à hora habitual do espeleólogo madrugador, 12h00.
Durante a descida fomos retocando algumas equipagens e trocando algum equipamento, a Rita não perdeu a oportunidade de fazer algumas fotos, que aqui publicamos.

2º Fraccionamento no majestoso P50 (-155m)

2º Fraccionamento no majestoso P50 (-155m)

Eram 16h00 quando iniciámos a nossa subida, enquanto subia o 1º elemento da equipa, eu ia desenhando e tomando dados para a planta topográfica. Foi uma longa e demorada subida, mas no final o resultado da expedição valera o esforço conjunto, temos neste momento já efectuado o levantamento topográfico desde os -220m até aos -40m, nesta zona ficou apenas por fazer a planta referente à base do P43.

A equipa espeleo

A equipa espeleo

Junto adicionamos as fotos do fotógrafo de serviço.
Era já noite cerrada, quando voltamos à superfície, e para solidariedade com outro confrade, fomos dar uma grande volta para encontrar o carro…vá-se lá saber porquê!
Seguiu-se um animado jantar no campo base com os restantes elementos da expedição, eles tinham regressado mais cedo e simpaticamente haviam preparado um manjar digno dos deuses.

Pormenor

Anúncios

~ por Membro suspenso em 23 / 06 / 2009.

2 Respostas to “Regresso do GESB ao trabalho de campo, Alecrineiros Sul e outros.”

  1. Epá queres uma ajudinha para equipar isso…olha que isso é melhor ser por dois…hehehe

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: