Regresso à gruta de Alvide – Outra (re)descoberta: a “sala dos lanches”


pedroNo passado mês de Março regressei a Alvide, desta vez para acompanhar e colaborar em amostragens para uma tese doutoramento em fauna cavernícola de Portugal. Estas amostragens estão a ser efectuadas pela espeleóloga e bióloga do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro, Ana Sofia Reboleira.

Montagem de armadilhas entomológicas

Montagem de armadilhas entomológicas

Depois de equipados iniciámos a descida por volta das 19h00, a Sofia já conhecia a cavidade, mas depois da volta de reconhecimento que demos, ficou rapidamente a perceber que o que tinha visto anteriormente era só uma pequena parte do sistema, e ficou a sua frase “não subestimem Alvide”. Durante esta volta pelo 3º nível da gruta aproveitei para confirmar uma (re)descoberta que tinha feito no meio de uns “papiros” antigos que encontrei nos arquivos da AES.

Estação automática de registo de temperatura e humidade

Estação automática de registo de temperatura e humidade

Casualmente, estava a desfolhar uns papeis sobre a gruta de Colaride no Cacém quando descobri um croqui; cujo o autor ainda não consegui apurar, que tinha umas formas e um nome que me chamou a atenção “fenda do Brun”, só podia ser Alvide! Observei atentamente o croqui e tudo batia certo com a nossa topografia; até ficamos a saber os antigos nomes de muitas zonas da gruta; mas havia uma sala que não encaixava na topografia: a “sala dos lanches”. Com base neste croqui fui em busca desta sala, e chegado ao local observei atentamente a diaclase onde supostamente estaria o acesso e … lá estava, uma minúscula passagem rente ao chão que nos passou despercebida, um pequeno rastejamento e lá estava a “sala dos lanches”. Temos ali mais cerca de 20m de gruta, mas só depois de efectuarmos a respectiva topografia poderemos (finalmente…) saber exactamente as contas finais da espeleometria da gruta de Alvide.

A equipe logo após o regresso das profundezas

A equipe logo após o regresso das profundezas

Depois desta (re)descoberta a Sofia colocou as “Pitfall traps” para efeito de amostragem entomológica e eu deixei um “data logger” que vai registar temperatura e humidade para o estudo climatológico das grutas de Portugal continental (projecto-ECGPC), projecto que está a ser coordenado pelo Grupo de Espeleologia e Montanhismo (GEM).
Era já quase meia noite quando regressamos à superfície, Alvide continua a surpreender, será que a nível de biologia teremos alguma surpresa? Vamos aguardar os resultados. Fiquem atentos às noticias da maior gruta de Cascais.

Anúncios

~ por Membro suspenso em 13 / 04 / 2009.

Uma resposta to “Regresso à gruta de Alvide – Outra (re)descoberta: a “sala dos lanches””

  1. Fico a aguardar as novidades entomológicas de Alvide!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: